quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Atenção: curvas perigosas.

Auto(curva)retrato

Pra não dizer que não avisei, irei repetir:
Aviso que não sou uma estrada fácil,
que não é fácil se encontrar em mim
e que não sei ser constante

As minhas curvas são para você se perder
As minhas curvas são para você se perder em mim

Caso você se perca ou pare em algum lugar,
Saiba que posso te ajudar, posso te dar
e que posso te encontrar

Sabe onde moro, sabe como me chamo
e sabe que, embora perigosas,
nas minhas curvas estão o seu lugar


Inspiração: Na música " O Seu Lugar - 3 na Massa" (Obs: Com a voz de Thalma de Freitas, é impossível não se inspirar).

9 comentários:

Juliette disse...

O_O' você anda malhando? AOISHSOIAHSA brimks. É, tem mesmo muito tempo que não te vejo, hum? :~

Carol ! disse...

toda poetisa, ein negão. daqui a pouco escreve um livro! :D

Carol ! disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Le Chanceux disse...

E é nesse samba que eu quero sambar...
Parabéns pelo texto, têm músicas que são como uma fonte, uma mina, mas confesso que fiquei mais tempo olhando para a foto ;)

quandoseprosapoesia disse...

Eu adoro curvas. Ainda mais agora que passei a andar de moto. Hehehehe.

Brincadeiras à parte...

Delícia!

;-)

Numa realidade paralela, tenho certeza, eu sou seu amante.

Beijos, gatona!

Anônimo disse...

eu não sei quem foi que botou em sua cabeça que você escreve bem, menina. mas não desista. um dia você consegue.

.tai. disse...

e eu já ia dizer que esse texto tinha tudo pra ser uma música. bem melódico.
=D

P.S.: até parece que eu entendo muito de música

Yngrid disse...

my humps aeiohoiehe

Herculano Neto disse...

Nas curvas da sua estrada seus versos são mais do que musicais, uma bela oferenda ao 3 Na Massa.