quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Keep me in mind.


E foi naquele dia em que ele disse as coisas mais bonitas para mim. A começar pelas flores! Ah, que flores! Com certeza, as mais lindas que já vi. Depois veio aquele abraço (aconchegante, do jeito que eu gosto) com uma pequena frase:

- Encontre a surpresa!

A curiosidade falou mais alto. Andei pela sala e nada. Olhava para ele e só via risos. Comecei a gargalhar junto e nada ele me contava. Procurei mais e mais e quanto mais procurava, mais risos escutava. Até que resolvi levar as flores até a cozinha. Foi nessa hora que um pequeno papel caiu no chão. Me abaixei, peguei e rapidamente fui ler. Não tinha nada escrito.

- Mas, o que tem esse papel?
- Eu disse: uma surpresa!
- Não vejo nada! Acho que está de brincadeira comigo! Sabe que sou curiosa...
- Surpresa!
- Que surpresa?

Foi até que virei o papel. E nele, havia escrito Keep me in mind no canto do papel. Olhei para ele e sorri. Ele segurou minha mão e fomos para...

*
Acordei, o sonho acabou.

Obs: Quem acompanhou o antigo blog, já deve ter visto este texto. Eu gosto tanto dele, por isso, o postei aqui.

3 comentários:

Moreira disse...

Por um momento também sonhei que fosse realidade.

Dandara disse...

Acordou pro sonho continuar.
depois

keep me in mind, uma música de strokes. beijo dona moça :*

Filipe Salvador disse...

"Sonhos nunca evenlhecem."