segunda-feira, 14 de setembro de 2009

O amor nos tempos modernos II

Se conheceram em Salvador, durante um ensaio para uma apresentação que aconteceria em breve. Só que na Europa! Você sabe o quanto deve ser bom cantar lá? Enfim, não é isso que eu quero falar. Estou aqui para contar a história de duas mulheres. Haia, moreníssima, dona de uma voz espetacular e muito amor para dividir com o mundo. Lua (Será mesmo esse o nome dela? Ainda não sei...), cabelos cor de mel, olhos da cor do céu quando a tarde está linda... Não tão linda como Lua, mas é bonita. E por que eu estou querendo descrevê-las? Se o que mais importa aqui é o que aconteceu... Sabe como é, artista com artista... Tudo doido, meu Deus! Durante a viagem, dentro do avião, era super possível perceber uma troca de olhares... Uma coisa bem "caliente". Mas vai saber se era mesmo? E eu, curiosa como sempre, fiquei só olhando... Vai que eu perceba algum lance bonito e tenha algum motivo para escrever depois (Como esse agora!)? No dia seguinte, não me perguntem como, mas consegui de alguma forma conversar com Haia. Não lembro como comecei, mas consegui. Aí ela não aguentou, me contou tudo. Contou da "viagem" que ocorreu dentro daquele quarto, naquele hotel em algum canto da Europa. Não é que as duas tiveram um caso? Mas daqueles beeeeem loucos, capaz de fazer qualquer um voar. Bem que me disseram uma vez: artistas são tudo doidos. Se envolvem entre eles de uma forma tão intensa que não se importam se o sexo é oposto ou não. O que importar é expandir qualquer forma de amar. Ah, o amor...

Obs: As histórias com Haia por aqui não acabaram, aguardem!

3 comentários:

disse...

Jeito bonito de contar as coisas. Me prendeu. Adoro isso. :)

Ah, quero mais historias com Haia, to aguardando *-*

Ibsen Sena disse...

escreve, escreve sem parar, da mesma forma que não podemos deixar de amar =)

dandara. disse...

artista é tudo doido, uma loucura de soltar raio de dentro do corpo e lampejo da alma. mas dá certo né? penso se um dia poderia ter eu essa loucura!

tô curiosa pelas aventuras de haia!