quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Sobre carne e batatas.

Tudo começou com o meu almoço. Prato do dia: carne e batatas. Pode parecer algo comum, mas não é. Eu quero falar é dele, meu caro leitor. Ele que voa, que escreve, que desenha, que pinta, que sonha, que é. Seu nome? Calma. Ele que me encanta, me tira risos contidos, me faz querer escrever mais, mais e mais... Quem é ele? Calma. Ele que faz com que você mude de mundo com a escrita, que põe cada palavra para fora como poesia. Ele? Calma. Agora eu o convido para uma parceria. Parceria em algo que ele me inspira. E-s-c-r-i-t-a.

Então, Lucas, me dá a mão e vamos voar para o paraíso das palavras?


Obra: Au Dessus De La Ville - Chagall

7 comentários:

Moreira disse...

Intimação.

Dandara disse...

Será que Lucas não se importaria de ceder as mãos para outras mãos?

lindíssimo.

Nana de SouZa disse...

Posso pegar uma carona?
Prometo que não faço barulho...


Cheiro

Antônio disse...

*visitante aleatório*
Gostei do texto, você escreve bem.
=)

lucas disse...

oh, amanda... que lindo! e é claro que eu lhe dou a mão.

Vitor Andrade disse...

ele não é louco de não da né?

Maiara Cerqueira disse...

lucas é maravilhoso!
e você também, mandoca.
:*