quarta-feira, 22 de abril de 2009

tout passe, tout casse, tout lasse*...

Era uma festa como as outras. Bebeu o vinho de sempre, fumou o cigarro de sempre, ficou tonta como sempre. Só que o melhor de tudo foi quando algo foi diferente. O dia que ela disse não! Pedro, acostumado a ganhá-la fácil, achou que essa seria mais outra oportunidade. A deitou como as outras vezes, a beijou como sempre... Ela, quase resitiu. Tentou fugir da tentação, empurrando ele para o outro lado... Ele ainda insistia. A cada segundo, uns centímetros do vestido dela descia pelos ombros... Ela, quando voltou ao estágio racional, ajeitou o vestido e ficou a olhar Pedro. Pedro, já impaciente disse:

- Você não era assim. Antes você...

Antes que ele terminasse a frase, ela completou:

- Antes o seu mundo girava em torno do meu. Antes! Sempre estive só comigo quando "estava" com você. Cansei de estar com um projeto de você.

Levantou, saiu do quarto, fechou a porta e se despedia d a antiga Joana que Pedrou ajudou a levar para o passado.

*
Sim, eu voltei para o blogspot. E dessa vez, pretendo não mudar tão cedo. Estava com saudades de montar meus layoutzinhos... Beijos.

Obs: Esse texto foi baseado num conto que havia escrito num blog hermético.
* tudo passa, tudo quebra, tudo cansa, em francês.

4 comentários:

Sophia Anônima disse...

Ah sim! Meu provérbio francês favorito...

Minha linda Amanda! :*

Júlio Sandes disse...

Bem vinda de volta,gata ;D

Rafaela disse...

ê, por aqui de volta.
Joana tomou a decisão mais certa. :)

manuelamelo disse...

muito bom texto, de verdade.