segunda-feira, 27 de abril de 2009

O gato e a lagartixa.

Gato, com toda a sua malícia, tentava adular Lagartixa. No começo, ela não pensava na astúcia de Demetrius (nome do Gato).

- Que tal brincar de estátua? Você pode ficar paralisada quando eu disser já... (Disse o gato tentando disfarçar suas verdadeiras intenções.)
- Ora, mas porque essa brincadeira?
- Você gosta de brincar?
- Sim, gosto!
- Então... O que custa? Só uma brincadeirinha...

A Lagartixa (ela não tem nome, eu tenho medo de lagartixa, por isso não consigo imaginar um nome para ela) resolveu brincar. Mas o gato tentou pular nela antes de falar já...

- Você não disse "já"! Não pode tentar me fazer mexer antes da hora!
- Ah, claro - riso maléfico - tinha esquecido desse pequeno detalhe! Vou contar até três, ein? 1... 2... 3 e já!

Demetrius agarrou com a pata o rabo da lagartixa, tentando abocanhá-la antes dela pensar em respirar. A lagartixa, miseravelmente esperta, soltou o rabo e correu. O gato ainda surpreso disse:

- Mas, porque você fez isso?
- Antes dar o rabo do que dar a vida.

Moral da história: O gato aprendeu que não adianta se achar esperto.

Texto inspirado no livro Fábulas Fabulosas de Millôr Fernandes (Que por sinal, tenho até que devolver para Vanny...). Beijos e boa semana para todos.

Fica a dica: A melhor coisa é ver seu salário nas mãos! E é claro, visitem minha galeria! Link aqui

3 comentários:

Maiara. disse...

gato safado, hein ?
texto muito legal, Mandy!
;***

Nina disse...

haha gostei do conto
e dos outros textos tbm, manda
eu adoro contos, aliás.

e acho que a lagartixa é mais esperta que o gato. também prefiro dar a bunda que a vida :P brimks.

Paullo Phirmo disse...

Umhum.

"À César o que é de César."

...

Gato, Lagartixa e Salário.

;-)