quinta-feira, 3 de junho de 2010

Urgentes incêndios.

Ela já falava há mais de um mês: vou fugir com ele. O pai duvidou, a mãe riu e ninguém acreditava na possibilidade daquela ideia ser a verdade - para todos era uma loucura . Mas chegou o dia. Arrumou a mochila, deu um beijo no recado que deixou sobre a mesa e foi embora. Agora deve estar com quem ela queria. Se vai voltar? Talvez sim. Mas por enquanto, ela é a pessoa mais feliz do mundo.

5 comentários:

Marcelo Mayer disse...

ê cabra peste!

flor disse...

E é preciso de mais?

Aquino disse...

Há quem diga que o que importa é ser feliz.

Sei lá.

Lilah Costa disse...

Ela é decidida e isso basta. *.*

Moreira disse...

"Mas por enquanto, ela é a pessoa mais feliz do mundo."

Isso acontece quando corremos aos seus versos!