quarta-feira, 22 de julho de 2009

Meu nome é verbo (ou estou enganada).

Leio, amo, corro,
Sofro, grito, canto,
Jogo, pulo, danço,
Giro, rebolo, gosto.

São tantos verbos, que perco a conta.
Tantos verbos que fogem das mãos!

Sou feita de verbos
Difícil saber o que mais me define
Todos tem uma característica maior
Eu tenho um verbo

O meu melhor verbo?
Viver.


Obs.: Estou tentando escrever coisas dignas de serem mostradas num lugar onde qualquer pessoa (que saiba ler, digitar e clicar, de preferência) pode olhar. Desculpa os transtornos, ando com a minha cabeça a mil!
Obs 2.: Vou fazer Letras e tenho dito e pronto (Marthar, pode comemorar!).

6 comentários:

Ramon Alcântara disse...

As coisas dignas de serem lidas são as que sinceramente se fazem bela... como dizem: "ao léu".

Gostei de sua poesia, dialogam com sua imagem e forma-formada uma personalidade do poeta.

PROPOSTA: Como te disse gostei muito da sua fotografia e tenho uma coluna lá no Ann Nothing que sempre uso como uma galeria. Permite-me colocar algumas fotos suas? Darei os devidos créditos e deixarei seu site para os visitantes interessados consultarem.

Abz.
Como te disse: vc foi um achado!

Marthar disse...

! Amanda da Paixão!!!Seu mundo é Desatino das Letras! :D
Beijos

Carol ! disse...

tá incrível, mandie ;*

CátiaSofia disse...

Adorei o que escreveste, sempre adorei, são sempre tão lindas, tão carregadas de sentimentos. Para não falar da foto, está lindíssima.

Adoro_te, beijo grande^^_

.tai. disse...

Viver sempre é o melhor, afinal engloba todos os outros. Muito lindo.
Que bom que vc decidiu o que vai fazer, eu acho que já decidi tbm, mas ainda tenho algumas dúvidas. :p
bjus

Matheus Sobral. disse...

E não é que viver resume, afinal, todos os outros verbos?

O que você escreve é mais que digno de ser mostrado, menina. Não acho que você precise ter essa preocupação.

E ei, letras é um curso incrível. Você parece ter feito uma ótima escolha ;)

Gostei muito daqui também. Voltarei sempre!